Dissertação de Mestrado:
Avaliação Qualitativa da Segurança Hídrica do Abastecimento de Municípios Fluminenses da Bacia do Rio Pomba

Phelipe Rabelo da Silva

PEAMB
Orientador
Profa. Rosa Maria Formiga Johnsson , D.Sc. 1998-Univ. de Paris XII/ França - Currículo LattesInformação Academica
Banca
* Profa. Rosa Maria Formiga Johnsson , D.Sc. 1998-Univ. de Paris XII/ França - Currículo LattesInformação Academica
* Prof.Ph.D. José Paulo Soares de Azevedo - UFRJ
* Prof. Alfredo Akira Ohnuma Júnior , Prof. Dr. - Currículo LattesInformação Academica
Data - hora da defesa
17/07/2017
Resumo
O presente trabalho tem por objetivo analisar a segurança hídrica em termos de disponibilidade e qualidade de água para abastecimento público dos três municípios fluminenses que captam água diretamente no Rio Pomba (Santo Antônio de Pádua, Miracema e Aperibé). A segurança hídrica consiste em analisar, os fatores de estresse com potencial de desestabilizar a dinâmica de gestão ambiental da Bacia e impactar a água bruta no ponto de captação, em quantidade e qualidade, além de, avaliar a compatibilidade dessa água com o sistema de captação e tratamento. A análise foi realizada para os cinco estressores propostos no modelo analítico desenvolvido pelo grupo de pesquisa “Água Gestão e Segurança Hídrica em tempos de Mudanças Ambientais Globais” da UERJ, do qual o autor é um dos membros. São eles: pressão sobre as condições ambientais da bacia hidrográfica; carga poluidora (pressão sobre a qualidade de água); demanda de água (pressão sobre a quantidade); eventos hidrológicos extremos; e acidentes ambientais. Para cada um desses estressores, foi possível verificar, de modo qualitativo, os impactos potenciais e riscos associados para a quantidade e qualidade da água bruta, no ponto de captação de cada sistema municipal de abastecimento. Os resultados apontam que os estressores de maior risco à segurança hídrica para o abastecimento urbano dos municípios de Santo Antônio de Pádua, Miracema e Aperibé, em termos de quantidade e qualidade de água bruta nos pontos de captação respectivos, são os seguintes: as condições ambientais e os eventos climáticos extremos, seguidos da pressão sobre a demanda por água (quantidade), pressão sobre a qualidade de água e acidentes ambientais (barragens de rejeitos) que foram considerados como riscos aceitáveis. Por outro lado, a área de estudo é uma das áreas mais degradadas do ponto de vista ambiental no Estado do Rio de Janeiro, com pouca cobertura vegetal e áreas protegidas. Apesar dessa situação, foi avaliado que os sistemas de captação dos municípios apresentam uma boa capacidade adaptativa às variações de nível do Rio Pomba em situações de secas e cheias baseados nos resultados obtidos com a aplicação do modelo analítico; da mesma forma, foi reportado que os sistemas de tratamento estão sendo capazes de assimilar a variação da qualidade da água do Rio Pomba. Palavras-chave: Segurança hídrica; Rio Pomba; Estressores; Gestão de recursos hídricos; Riscos.

Download do Trabalho