Dissertação de Mestrado:
O Sistema Hídrico da Comunidade Fazenda, Situada no Maciço da Tijuca, Rio de Janeiro, Rj.

Wânia Olívia da Costa

PEAMB
Orientador
Prof. Alfredo Akira Ohnuma Júnior , Prof. Dr. - Currículo LattesInformação Academica
Banca
* Prof. Alfredo Akira Ohnuma Júnior , Prof. Dr. - Currículo LattesInformação Academica
* Prof. Dr. André Luís de Sá Salomão Faculdade de Engenharia - UERJ
* Profa Dra Ana Paula da Silva - Instituto Federal de Ciência e Tecnologia - IFRJ
Data - hora da defesa
26/01/2017
Resumo
No bairro Alto da Boa Vista, zona norte do município do Rio de Janeiro-RJ, a comunidade Fazenda é vizinha a uma importante unidade de conservação ambiental, o Parque Nacional da Tijuca (PARNA-Tijuca). Observa-se nesse espaço a tensão entre os limites da floresta e da cidade, cujo desafio indica o equilíbrio entre desenvolvimento e a preservação dos espaços na região. Em um cenário crítico de escassez hídrica, ressaltado pelas crises de desabastecimento de água nos últimos anos em muitas regiões do Brasil, a comunidade Fazenda dispõe de uma ampla rede hídrica em função da sua localização preservada de Mata Atlântica, embora contextualizada em grande metrópole. Esta dissertação tem como objetivo principal avaliar aspectos de gestão dos recursos hídricos na comunidade Fazenda, com enfoque socioambiental. A metodologia consiste de pesquisa exploratória e descritiva, com abordagem qualitativa e quantitativa de uma população amostral de 83 domicílios, cuja análise revela indicadores relacionados ao saneamento ambiental, mas essencialmente sobre os recursos hídricos. Através de entrevistas diretas, via questionário estruturado com total de 49 perguntas, foi possível obter os resultados. Na análise de dados foi utilizada a estatística descritiva para descrever e sumarizar o conjunto de dados. Os resultados indicam uma gestão participativa no uso da água, sobretudo no sistema de captação, armazenamento e distribuição de água, efetuado pelos próprios moradores da comunidade e, portanto, sem interferência do poder público na gerência do uso dos recursos hídricos. Conclui-se que a iniciativa local no manejo do uso da água, de forma autônoma e descentralizada, além de impactos de poluição pontual, tem acarretado perdas na distribuição de água pelo sistema de abastecimento existente. Palavras-chave: Águas urbanas; Unidades de conservação; Consumo de água; Pegada hídrica; Gestão de recursos hídricos

Download do Trabalho