Dissertação de Mestrado:
Análise de Recalques a Longo Prazo no Antigo Vazadouro de Marambaia, Nova Iguaçu - Rj

Leandro Rangel Corrêa

PEAMB
Orientador
Profa. Elisabeth Ritter , D.Sc. 1998 - COPPE/UFRJ - Currículo LattesInformação Academica
Coorientador
Prof. Ana Ghislane Currículo LattesInformação Academica
Banca
* Profa. Elisabeth Ritter , D.Sc. 1998 - COPPE/UFRJ - Currículo LattesInformação Academica
* Prof. Ana Ghislane Currículo LattesInformação Academica
* Prof. Armando Prestes De Menezes Filho Currículo LattesInformação Academica
* Prof. Dr. Gustavo Ferreira Simões - Escola de Engenharia - UFMG
Data - hora da defesa
14/03/2017
Resumo
O presente trabalho versa sobre a análise da compressibilidade dos RSU do antigo vazadouro da Marambaia, localizado no município de Nova Iguaçu – RJ, que operou durante o período de 1987 a 2003 como lixão, foi remediado e operou como aterro controlado durante os anos de 2001 a 2004. O estudo foi levado a cabo através de dados de monitoramento de recalque superficial obtidos por meio de marcos superficiais em um período de 2008 a 2015. Estes dados foram analisados à luz dos seguintes modelos de compressibilidade: Sowers (1973), Meruelo (PALMA, 1995), Ling et al. (1998) e Oweis (2006). Com o monitoramento foi possível avaliar a compressibilidade dos RSU e obter parâmetros para calibrar os modelos matemáticos, permitindo observar que os recalques variaram entre 79 e 204 mm, representando deformações na faixa de 0,16 a 0,41%. As velocidades de recalques estavam entre 0,029 e 0,333 mm/dia. O modelo de melhor desempenho foi o Ling et al. (1998), com um desvio médio de 7,93%. Quanto à previsão, tanto o modelo Ling et al. (1998), quanto o Meruelo (PALMA, 1995) indicaram uma futura estabilização do aterro, já os modelos Sowers (1973) e Oweis (2006) mostraram que, mesmo para previsões considerando um tempo muito longo, não existiu tendência de estabilização, fato que se concluiu ser incoerente. Palavras-chave: Resíduos Sólidos; Recalque; Compressibilidade; Modelos.

Download do Trabalho