Dissertação de Mestrado:
Avaliação dos Custos de Implantação de Técnicas Compensatórias de Drenagem Urbana na Comunidade Jardim Vitória, Rio de Janeiro/rj

Seiti Caio Contardo Pereira Ogawa

PEAMB
Orientador
Prof. Alfredo Akira Ohnuma Júnior , Prof. Dr. - Currículo LattesInformação Academica
Coorientador
Prof. Adacto Benedicto Ottoni , D.Sc. 1996 - ENSP/FIOCRUZ - Currículo Lattes
Banca
* Prof. Alfredo Akira Ohnuma Júnior , Prof. Dr. - Currículo LattesInformação Academica
* Prof. Adacto Benedicto Ottoni , D.Sc. 1996 - ENSP/FIOCRUZ - Currículo Lattes
* Prof. Marcelo Obraczka Currículo LattesInformação Academica
* Prof. Dr. Paulo Luiz da Fonseca, D.SC. - UFF / Fundação Rio-Águas
Data - hora da defesa
01/01/2019
Resumo
A Cidade do Rio de Janeiro sofre com recorrentes cheias, que causam perdas econômicas e de vidas humanas. A crescente frequência de eventos de inundação prova que é necessário um novo paradigma de projeto para sistemas de drenagem, que restaure o ciclo hidrológico natural das bacias urbanas, aumentando sua capacidade de evapotranspiração e infiltração. Recentemente, um número substancial de estudos de campo e de laboratório têm avaliado técnicas compensatórias de drenagem, que podem reduzir os impactos negativos da urbanização na hidrologia e na qualidade da água. Um dos locais onde sua implementação pode representar um modelo de atenuação dos impactos das cheias urbanas, é a Comunidade Jardim Vitória, no bairro de Santa Cruz, Rio de Janeiro/RJ. O objetivo desta dissertação foi analisar os impactos que a implementação de três diferentes técnicas compensatórias de drenagem urbana teriam sobre os custos da obra e sobre a vazão transferida para jusante na Comunidade Jardim Vitória. Para isso se dimensionou e orçou os sistemas de drenagem em quatro diferentes cenários, os quais foram: apenas com rede tradicional de drenagem, com acréscimo de pavimento permeável, trincheiras de infiltração e bacia de detenção. As vazões de pico nos cenários com emprego dessas técnicas foram amortecidas respectivamente em 59,57%, 17,54% e 86,72%, conforme chuva de projeto de 10 (dez) anos. Além disso as vazões específicas foram reduzidas de 213,03 L/s.ha para 86,12 L/s.ha com os pavimentos permeáveis, 175,67 L/s.ha com utilização das trincheiras de infiltração, e 28,30 L/s.ha com a bacia de detenção. Ao orçar a construção dos sistemas de drenagem se encontrou um encarecimento de 39% 12% e 55% nos respectivos cenários. Contudo, apesar dos custos diretos dos cenários terem aumentado, as técnicas resultam em impactos econômicos benéficos relacionados à contenção das cheias nos locais em que ocorrem, evitando sua transferência para jusante. Assim, além de reduzir obras de micro e macrodrenagem que necessitam aperfeiçoamento devido ao aumento do volume do escoamento superficial resultante da urbanização de áreas a montante, também se mitigam as perdas econômicas causadas pelas cheias Palavras-chave: Técnicas Compensatórias; Drenagem Urbana; Pavimento Permeável; Trincheira de Infiltração; Bacia de Detenção.

Download do Trabalho