Dissertação de Mestrado:
Redução do Risco de Desastres Hidrológicos: Aperfeiçoamento do Sistema de Alerta na Bacia do Rio Capivari, Rj

Fernanda Santa Barbara Vissirini

PEAMB
Orientador
Prof. Alfredo Akira Ohnuma Júnior , Prof. Dr. - Currículo LattesInformação Academica
Coorientador
Profa. Rosa Maria Formiga Johnsson , D.Sc. 1998-Univ. de Paris XII/ França - Currículo LattesInformação Academica
Banca
* Prof. Alfredo Akira Ohnuma Júnior , Prof. Dr. - Currículo LattesInformação Academica
* Profa. Rosa Maria Formiga Johnsson , D.Sc. 1998-Univ. de Paris XII/ França - Currículo LattesInformação Academica
* Prof. Julio Cesar Da Silva , Engenheiro Civil e Perito - Currículo LattesInformação Academica
* Prof. Édison Renato - COPPE - UFRJ
Data - hora da defesa
27/03/2018
Resumo
As políticas atuais de redução de risco de desastres buscam prevenir novas ameaças, reduzir os existentes e aumentar a resiliência. A falta de continuidade na coleta de dados e carência de profissionais com conhecimento específico nos órgãos de defesa civil evidencia a necessidade de metodologias de redução de riscos de desastres. As características geomorfológicas favoráveis à ocorrência de inundações bruscas na bacia do rio Capivari, sobretudo após o evento de janeiro de 2013, em Xerém, Duque de Caxias-RJ, incentivaram a presente pesquisa a propor aprimoramentos no atual sistema de alerta de cheias, com o estabelecimento de limiares de chuva a partir de dados de monitoramento hidrológico. A metodologia de trabalho consiste da análise da correlação entre a pluviometria, o nível do rio e a participação da sociedade civil na identificação de ocorrências junto à defesa civil de modo a permitir a criação de um banco de dados de desastres hidrológicos e posterior concepção das linhas críticas para mudanças de estágios de monitoramento. O mapeamento de áreas suscetíveis à inundação, os limiares de emissão de alerta e a utilização da curva cobra como ferramentas de análise de dados compilados do monitoramento hidrometeorológico mostraram-se capazes de avaliar os riscos de desastres e a antecipação de possíveis danos. Avaliações técnicas como análises de frequência de eventos extremos; modelagem hidráulica; correlação chuva versus inundação, e a definição de estados operacionais e estágios de monitoramento, para a prevenção de desastres na bacia do rio Capivari, foram definidos como ações primordiais para a melhoria do sistema de alerta de cheias e a incorporação nas ações de defesa civil. Frente a um cenário político e econômico crítico e de retrocesso a previsão de desastres, entende-se a necessidade de ferramentas simples no apoio à tomada de decisão aos órgãos de defesa civil. Ainda que a proposta deste trabalho não substitua o agente técnico do monitoramento em tempo real, estas ferramentas implicam em maior abrangência e assertividade dos órgãos competentes para emissão de alerta de cheias. Palavras-Chave: Emissão de alerta; Monitoramento hidrológico; Evento extremo; Defesa civil; Gestão de risco.

Download do Trabalho