Dissertação de Mestrado:
Gestão Sustentável de Águas Pluviais no Parque Urbano Ary Barroso, Rio de Janeiro-rj

Marlon Giovanni Lopes Alvarez

PEAMB
Orientador
Prof. Alfredo Akira Ohnuma Júnior , Prof. Dr. - Currículo LattesInformação Academica
Banca
* Prof. Alfredo Akira Ohnuma Júnior , Prof. Dr. - Currículo LattesInformação Academica
* Prof. Adacto Benedicto Ottoni , D.Sc. 1996 - ENSP/FIOCRUZ - Currículo Lattes
* Prof. Marcelo Obraczka Currículo LattesInformação Academica
* Prof.Dr. Paulo Luiz da Fonseca - UFF
Data - hora da defesa
18/09/2017
Resumo
Eventos hidrológicos observados nos últimos anos, sobretudo nos anos de 2013 a 2015, alertam para um cenário problemático de disponibilidade hídrica. Outra problemática verificada consiste nos processos de urbanização de grandes cidades, que resultam em um crescimento da área impermeável, o que leva ao aumento do escoamento superficial e ao descréscimo na recarga hídrica dos lençóis freáticos. Desta forma, tem se observado que eventos hidrológicos e climatológicos extremos são potencializados com períodos secos mais duradouros e inundações mais frequentes e com maiores intensidades. Por essas razões, é necessário gerir os recursos hídricos de forma sustentável e integrada. O objetivo desta dissertação foi avaliar a capacidade de suporte de determinadas técnicas de armazenamento e rentenção de águas pluviais no Parque Urbano Ary Barroso, no Rio de Janeiro. Para isso foram verificadas as condições do reservatório existente na Arena Dicró, com 10,8 m³. Inicialmente comparou-se as dimensões do reservatório com as metodologias mais comuns de dimensionamento de reservatórios de águas de chuva, considerando as precipitações médias mensais observadas ao longo dos anos de 1997 a 2016 da estação pluviométrica da Penha, além de considerar uma demanda de 17,3 m³ por mês . Observou-se que o volume do reservatório estava abaixo de todas as metodologias estudadas, aproximando-se mais das dimensões obtidas pelo Método Prático Alemão. Com base nas dimensões reais do reservatório, verificou-se que a maior demanda mensal possível de ser atendida é igual a 14,4 m³, já para a demanda sugerida por este trabalho (17,3 m³), constatou-se que o reservatório atenderia 10 meses do ano. Ainda, foram estudados dois cenários para a verificação do escoamento superficial gerado pela área do Parque Ary Barroso, considerando uma chuva de projeto com um tempo de recorrência de 10 anos e 16 minutso de chuva intensa. Para o Cenário 1, com as condições atuais de ocupação e uso do solo, o escoamento superficial resultou em 0,89 m³/s ou, em termos de volume, 856 m³. Para o Cenário 2, com a implantação de trincheiras de infiltração e pavimentos permeáveis, conseguiu-se amortecer todo o escoamento superficial gerado pela área de estudo. Estes resultados exprimem que técnicas compensatórias podem auxiliar na gestão sustentável de águas pluviais, contribuindo para redução dos impactos ocasionados por chuvas intensas, assim como os sistemas de aproveitamento de águas de chuva podem servir para atender a demanda de água para fins menos nobres. Palavras-chave: Técnicas Compensatórias; Aproveitamento de Águas Pluviais; Escoamento Superficial.

Download do Trabalho