Dissertação de Mestrado:
Avaliação do Processo de Dispersão de Emissões Veiculares Através de Modelo de Dispersão em Microrregião no Município do Rio de Janeiro

Linha de Pesquisa:
Saneamento Ambiental.

Ricardo Araújo Lessa

PEAMB
Orientador
Prof. Eduardo Monteiro Martins Currículo LattesInformação Academica
Coorientador
Prof. Júlio Domingos Nunes Fortes , D.Sc. 2003 - ENSP/FIOCRUZ - Currículo LattesInformação Academica
Banca
* Prof. Eduardo Monteiro Martins Currículo LattesInformação Academica
* Prof. Júlio Domingos Nunes Fortes , D.Sc. 2003 - ENSP/FIOCRUZ - Currículo LattesInformação Academica
* Prof. Luiz Artur Pecorelli Peres , D.Sc. 2000 - EFEI/Minas Gerais - Currículo LattesInformação Academica
* Prof. Dr. Glauco Favilla Bauerfeldt - Depto de Química da UFRRJ
Data - hora da defesa
01/01/2014
Resumo
A poluição urbana atmosférica é um sério problema ambiental e de saúde em diversos centros urbanos. No Brasil, as concentrações de alguns poluentes atmosféricos têm crescido a despeito das ações adotadas para minimização das emissões. Isso ocorre principalmente devido ao crescente número de veículos automotivos de combustão interna em circulação nas vias. As emissões originadas por esses veículos apresentam diversas substâncias que podem produzir efeitos adversos à saúde. Dentre esses poluentes, estão o monóxido de carbono (CO) e o dióxido de nitrogênio (NO2), este último capaz de formar ozônio (O3), um dos principais poluentes que ocorrem em altas concentrações em grandes cidades. Este estudo visou avaliar o desempenho do modelo CALINE4 quanto aos resultados previstos para CO e NO2 quando comparados aos resultados observados pela estação de monitoramento, por meio de um estudo de caso em uma microrregião inserida em Bangu, bairro localizado na Zona Oeste do Rio de Janeiro e na Bacia Área III da Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Para a simulação, foi necessária a realização de contagem manual veicular na microrregião e também um detalhamento da composição da frota regional de forma a caracterizar os fatores de emissão veiculares dos poluentes em grau compatível com o estado-da-arte. Os resultados mostraram tendência em subestimar as concentrações dos poluentes no ponto receptor, frente às concentrações observadas pela estação de monitoramento. O estudo de análise de sensibilidade revelou que o baixo volume de tráfego por hora foi um fator significativo para as respostas do modelo. A pesquisa levou ao diagnóstico da qualidade do ar na microrregião para os poluentes CO, NOX e O3 realizada por meio dos dados de monitoramento da referida estação durante o período de 2012 e 2013. Palavras-chave: Poluição veicular; Monóxido de carbono; Dióxido de nitrogênio; Simulação numérica.

Download do Trabalho