Dissertação de Mestrado:
Informações Georreferenciadas no Suporte a Decisão em Arqueologia Brasileira: Proposta Para Uma Carta Arqueológica Digital

André Argollo de Aguiar

GEOM
Orientador
Prof. João Araújo Ribeiro , Dr. en Informatique, Université de Versailles, França, 1999. - Currículo LattesInformação Academica
Coorientador
Prof. Luiz Henrique Aguiar De Azevedo , Doutor em Geografia (Geografia Física). USP, 1994 - Currículo LattesInformação Academica
Banca
* Prof. Mauro Sérgio Fernandes Argento Currículo LattesInformação Academica
* Prof. João Araújo Ribeiro , Dr. en Informatique, Université de Versailles, França, 1999. - Currículo LattesInformação Academica
* Prof. Luiz Henrique Aguiar De Azevedo , Doutor em Geografia (Geografia Física). USP, 1994 - Currículo LattesInformação Academica
* Profa.Dra.Rosana Pinhel Mendes Najjar - UFRJ
Data - hora da defesa
27/05/2010
Resumo
O desenvolvimento do projeto consistiu na modelagem da informação para gestão em arqueologia numa base de dados convergente de informação, caracterizada por um ambiente cartográfico digital, integrando mapas temáticos e base de dados alfanumérica num modelo protótipo e interativo para ajudar a integrar as informações na gestão em arqueologia, permitindo o registro, armazenamento e visualização da informação arqueológica correlacionada a mapas temáticos, tendo-se correntemente pretendido que as aplicações do conhecimento com esse enfoque fossem predominantemente não confinadas a especialistas acadêmicos, mas também a não especialistas da arqueologia. Tendo sido definido como o sistema-base o GDSS, geographic decision support system, uma ferramenta que se incorpora para a gestão do patrimônio arqueológico e o potencial impacto do uso do solo. O sistema pode ser a base para se gerar mapas temáticos aplicados ao risco urbanístico ao sítio arqueológico (RUSA). Demonstrando-se então que um sistema de suporte a decisão (SSD), através da diversidade de dados que integra, possui uma funcionalidade para além de ser um gerenciador de registros, mas também considerado na prevenção de riscos ao patrimônio arqueológico, através de uma organização taxonômica da informação na base de dados, mostrando-se como aproximações podem ser feitas sobre dados registrados para gerar informações que respondam as consultas do usuário no processo de gestão. Palavras-Chave: gestão, sítio arqueológico, risco urbanístico, sistema geográfico para suporte a decisão.