Dissertação de Mestrado:
Ocorrência de Chuva Ácida em Unidades de Conservação da Natureza Urbanas – Estudo de Caso no Parque Estadual da Pedra Branca - Rio de Janeiro-rj

Linha de Pesquisa:
Controle de Efluentes Líquidos e Emissões Atmosféricas

Mauricio Lobo Abreu

PEAMB
Orientador
Prof. Olavo Barbosa Filho , D.Sc. 1991 - Imperial College-Londres/Grã-Bretanha - Currículo LattesInformação Academica
Coorientador
Prof. Luiz Artur Pecorelli Peres , D.Sc. 2000 - EFEI/Minas Gerais - Currículo LattesInformação Academica
Banca
* Luiz Francisco Pires Guimarães Maia-UFRJ-Participante Externo
* William Zamboni de Mello-UNH-Participante Externo
* Prof. Luiz Artur Pecorelli Peres , D.Sc. 2000 - EFEI/Minas Gerais - Currículo LattesInformação Academica
* Prof. Olavo Barbosa Filho , D.Sc. 1991 - Imperial College-Londres/Grã-Bretanha - Currículo LattesInformação Academica
* Prof. Gandhi Giordano , D.Sc. 2003 - PUC/RJ - Currículo LattesInformação Academica
Data - hora da defesa
16/03/2005
Resumo
O estudo apresenta as conseqüências da poluição nas áreas naturais e em especial os impactos nas unidades de conservação da natureza situadas em áreas urbanas – que tem se agravado pelo intenso fluxo migratório para as regiões metropolitanas, acentuado nas últimas décadas. Foi desenvolvido um programa de coleta de deposições totais em área do Parque Estadual da Pedra Branca, Rio de Janeiro, RJ, Brasil e apresentados esses resultados e os relativos às condições meteorológicas, de ventos e de pluviosidade. Este estudo pretende oferecer maiores subsídios sobre as formas como estão sendo afetados os remanescentes preservados nas unidades de conservação da natureza e com isso abrindo perspectivas de melhor mensurar as conseqüências, com foco específico naquelas situadas em áreas urbanas ou próximas a essas. Buscou-se justificar assim a importância de serem estimulados estudos sobre a flora e a fauna nas unidades de conservação da natureza e em especial no Parque da Pedra Branca e sua correlação com as deposições tanto úmidas quanto secas. Pretendeu-se com isso um melhor conhecimento e controle das emissões e mensurar de mais objetiva os impactos adversos nas mesmas e a apresentação de medidas mitigadoras e de compensação pelo impacto. Palavras-chave: poluição atmosférica; chuva ácida; unidades de conservação da natureza; Parque Estadual da Pedra Branca – Rio de Janeiro-Rj-Brasil.

Download do Trabalho