NOTÍCIAS

Ver Notícias

Feed RSS

Assinar Notícias

Modificar/cancelar assinatura

Assuntos das Notícias

Alocação de Salas de Aula - Graduação

Assuntos Gerais

Comunicados Administrativos

Concursos Públicos

Coordenação Acadêmica

Cursos (Pós e Extensão)

Defesas FEN

Editais de Fomento à Pesquisa

Entrevistas

Estágios, Empregos e Bolsas

Fotos

Opinião

Palestras, Seminários...

Todas as Notícias

Publicações UERJ

Informe UERJ

Revistas Online da UERJ

UERJ em Dia

UERJ em Questão

Links

Links Didáticos

Torneio Internacional de Apps, Com Final na Campus Party, Tem Dois Candidatos do Rio

Criada em 27/01/2014 14:10 por maperna | Marcadores: fen fotos geral phoenix

Roberto Alvarus de Oliveira, Isabela Medeiros e Enylton Machado os criadores do Paprika. Foto Divulgação

Roberto Alvarus de Oliveira, Isabela Medeiros e Enylton Machado os criadores do Paprika. Foto Divulgação

Luã Marinatto

 

Quando começar a Campus Party, em São Paulo, no dia 27 de janeiro, todos os fãs de tecnologia do país voltarão suas atenções para a sétima edição de feira. Para dois grupos de moradores do Rio, contudo, o evento terá um sabor ainda mais especial: a possibilidade de garantir um prêmio em dinheiro que viabilize seus protótipos de aplicativos, voltados sobretudo para dispositivos móveis.

 

A competição em questão é um desafio internacional de apps, que precisam utilizar a plataforma aberta FI- Ware. Há 40 desenvolvedores concorrendo, de 14 países diferentes, sendo quatro do Brasil (os dois do Rio, um do Distrito Federal e outro dividido entre Pernambuco e Bahia). O primeiro lugar leva R$ 75 mil euros pra casa (cerca de R$ 240 mil) — além de R$ 130 mil para o segundo e R$ 65 mil para o terceiro colocado.

 

Da encubadora Phoenix da faculdade de Engenharia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), veio o Paprika, criado por uma equipe de seis pessoas ao longo dos últimos dois anos e adaptado com foco no concurso pelos últimos seis meses. A ferramenta tem um objetivo aparentemente simples, mas de utilidade inegável: ajudar as pessoas a se locomoverem utilizando os meios públicos de transporte.

 

— A ideia do nosso aplicativo é que o smartphone dê todas as informações de um determinado local ao usuário. A gente não pode colocar mais ônibus na rua, diminuir lotação... Mas com isso ajudamos de outra maneira — diz Enylton Machado, de 43 anos, formado em computação e um dos idealizadores do app.

O outro candidato do Rio, o FI-Guardian, vindo diretamente de Nova Friburgo, é ligado à empresa de inovação VM9...



Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/celular-e-tecnologia/torneio-internacional-de-apps-com-final-na-campus-party-tem-dois-candidatos-do-rio-11291551.html

Depto(s) ou Orgãos da FEN-UERJ relacionado(s) com esta notícia


phoenix - Incubadora de Empresas Phoenix

Galeria de imagens

Anexos


Avise Um Amigo
Avise um Amigo


Na sua opinião, qual a relevância desta notícia? (1=Pouco relevante, 5=Muito relevante)

1  2  3  4  5  
Relevância atual: 5.0 (3 votos | ver detalhes)


Comente esta notícia

(Para perguntas, verifique acima a forma de contato na notícia)
Seu nome
Seu E-mail (não será divulgado)
Seu comentário
Código de verificação (Repita a sequência abaixo)

Todos os campos são obrigatórios


Regras para comentários:
  • Comentários anônimos serão excluídos;
  • A postagem de comentários com links externos será excluída;
  • Não publicamos denúncias. Nestes casos, você deve encaminhar aos órgãos cabíveis ou indicados na notícia;
  • Comentários que fujam ao teor da matéria serão excluídos;
  • Ofensas e quaisquer outras formas de difamação não serão publicadas;
  • Os autores da notícia não monitoram os comentários, portanto não há garantias que serão lidos e/ou respondidos. Procure a forma de contato na própria notícia

 

Em 28/01/14 02:51 alvaro disse:

O Meio acadêmico é o local onde as autoridades de qualquer esfera devem estimular o desenvolvimento de soluções para a sociedade