NOTÍCIAS

Ver Notícias

Feed RSS

Assinar Notícias

Modificar/cancelar assinatura

Assuntos das Notícias

Alocação de Salas de Aula - Graduação

Assuntos Gerais

Comunicados Administrativos

Concursos Públicos

Coordenação Acadêmica

Cursos (Pós e Extensão)

Defesas FEN

Editais de Fomento à Pesquisa

Entrevistas

Estágios, Empregos e Bolsas

Fotos

Opinião

Palestras, Seminários...

Todas as Notícias

Publicações UERJ

Informe UERJ

Revistas Online da UERJ

UERJ em Dia

UERJ em Questão

Links

Links Didáticos

Cursos de Mestrado Profissional Surgem Como Alternativas Voltadas Para o Mercado de Trabalho

Criada em 12/06/2011 23:15 por maperna | Marcadores: DESMA entrev fen geral peamb

A professora Luciene Pimentel da Silva coordena o mestrado profissional em Engenharia Ambiental

A professora Luciene Pimentel da Silva coordena o mestrado profissional em Engenharia Ambiental

Criada em 1998 pela portaria nº 80 da Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), a modalidade de mestrado pro? ssional ganhou novo fôlego há dois anos, quando sua regulamentação foi publicada pelo Ministério da Educação em Diário Oficial.

A portaria normativa nº 7, de 23 de junho de 2009, estabeleceu critérios e normas para a implantação dos cursos de pós-graduação  strictu sensu nessa modalidade, voltada para o mercado de trabalho, que exige cada vez mais profissionais especializados em suas áreas.

As características enumeradas pela portaria tornam o mestrado profissional mais flexível, com tempo de formação mais curto, possibilidade de profissionais de experiência reconhecida integrarem o corpo docente sem a titulação de mestres ou doutores e trabalhos de conclusão de curso que incluem projetos práticos.

A portaria deixa claro que a titulação de mestrado profissional tem igual valor à de mestrado acadêmico. Instituições de todo o país têm sido estimuladas a criar cursos de pós-graduação na modalidade profissional.

A UERJ mantém cursos desse tipo em duas unidades: a Faculdade de Engenharia e o Instituto de Medicina Social.

O Departamento de Engenharia Sanitária e do Meio Ambiental criou, há dez anos, o mestrado profissional em Engenharia Ambiental, que possui quatro linhas de pesquisa: Gestão Sustentável de Recursos Hídricos, Controle de Efluentes Líquidos e Emissões Atmosféricas, Tratamento e Destino Final de Resíduos Sólidos e Saúde Ambiental e do Trabalho. “Fomos o primeiro mestrado profissional no Rio de Janeiro”, diz a professora Luciene Pimentel da Silva, coordenadora adjunta do curso.

A coordenadora explica que a estrutura do curso recebe um público amplo de engenheiros, geógrafos, arquitetos, biólogos, geólogos, matemáticos, físicos e gestores. “A prioridade são profissionais já inseridos no mercado de trabalho, mas temos uma cota de vagas para recém-formados”, aponta Luciene.

No IMS, os cursos de mestrado profissional criados há dois anos têm uma estrutura diferente. As turmas são formadas por demanda, sempre em parceria com algum órgão ou instituição pública ou privada que solicita o curso que pode ser ministrado na UERJ ou até em outras cidades do Brasil. “O curso será direcionado para atender às necessidades dessa instituição”, declara o professor Cid Manso de Mello Vianna, diretor do Instituto e coordenador do mestrado profissional.

O IMS oferece os mestrados profissionais de Gestão em Saúde (com áreas de concentração em Sistema de Saúde, Tecnologia de Saúde e Integralidade dos Saberes e Práticas de Saúde) e Epidemiologia (com área de concentração em Vigilância em Saúde). Está sendo criado um novo curso: o de Metodologia, Pesquisa de Gênero, Sexualidade e Saúde.

Para o coordenador, mais importante do que apontar as diferenças entre os mestrados profissional e acadêmico, é sublinhar as semelhanças. “A exigência nas duas modalidades é a mesma e a titulação em ambas possui o mesmo reconhecimento em todo o país”, afirma Vianna.

Outras informações sobre os cursos de mestrado profissional da UERJ nos sites (http://www.peamb.eng.uerj.br) e (http://www.ims.uerj.br).

 

INFORME UERJ - Ano XIII - Junho de 2011 - n. 108 p.1

Fonte: http://www.uerj.br/publicacoes/informe_uerj/informe_uerj108.pdf

Professor(es) ou profissionais da FEN-UERJ relacionado(s) com esta notícia


Luciene Pimentel da Silva,

Depto(s) ou Orgãos da FEN-UERJ relacionado(s) com esta notícia


peamb - Mestrado em Engenharia Ambiental
desma - Depto. de Eng. Sanitária e Meio Ambiente

Galeria de imagens

Anexos


Avise Um Amigo
Avise um Amigo


Na sua opinião, qual a relevância desta notícia? (1=Pouco relevante, 5=Muito relevante)

1  2  3  4  5  
Relevância atual: 4.8 (5 votos | ver detalhes)


Comente esta notícia

(Para perguntas, verifique acima a forma de contato na notícia)
Seu nome
Seu E-mail (não será divulgado)
Seu comentário
Código de verificação (Repita a sequência abaixo)

Todos os campos são obrigatórios


Regras para comentários:
  • Comentários anônimos serão excluídos;
  • A postagem de comentários com links externos será excluída;
  • Não publicamos denúncias. Nestes casos, você deve encaminhar aos órgãos cabíveis ou indicados na notícia;
  • Comentários que fujam ao teor da matéria serão excluídos;
  • Ofensas e quaisquer outras formas de difamação não serão publicadas;
  • Os autores da notícia não monitoram os comentários, portanto não há garantias que serão lidos e/ou respondidos. Procure a forma de contato na própria notícia

 

Em 15/06/11 09:35 Claudia Regina disse:

Estou cursando o último períodode geografia na FFP (SG), Gostaria de saber se posso me inscrever para o mestrado em ambiental e qual o período de inscrição.