NOTÍCIAS

Ver Notícias

Feed RSS

Assinar Notícias

Modificar/cancelar assinatura

Assuntos das Notícias

Alocação de Salas de Aula - Graduação

Assuntos Gerais

Comunicados Administrativos

Concursos Públicos

Coordenação Acadêmica

Cursos (Pós e Extensão)

Defesas FEN

Editais de Fomento à Pesquisa

Entrevistas

Estágios, Empregos e Bolsas

Fotos

Opinião

Palestras, Seminários...

Todas as Notícias

Publicações UERJ

Informe UERJ

Revistas Online da UERJ

UERJ em Dia

UERJ em Questão

Links

Links Didáticos

Projeto de Orientação Ao Consumidor Busca Recursos

Criada em 24/11/2010 00:46 por maperna | Marcadores: entrev evento fen peamb

O professor Walmir Ribeiro Pinheiro Junior, coordenador do Prodec, programa que promove a educação para o consumo

O professor Walmir Ribeiro Pinheiro Junior, coordenador do Prodec, programa que promove a educação para o consumo

O Programa de Estudos e Desenvolvimento do Consumidor (Prodec), da Sub-Reitoria de Extensão e Cultura, é um dos projetos e das ações de cunho social em desenvolvimento na UERJ. Com intuito de promover a educação para o consumo, o Prodec atualmente busca ampliar a captação de investimentos para a realização de suas atividades.

Formado por convênio entre UERJ e PROCON/RJ, o Prodec é um programa cidadão que pretende orientar a sociedade para as relações de consumo, define Walmir Ribeiro Pinheiro Junior, seu coordenador e professor da Faculdade de Engenharia. Criado há 12 anos, o Prodec usa os conhecimentos da própria Universidade para benefíciar a sociedade. “Cada unidade é capaz de trazer alguma informação, tendo em vista que nós temos a excelência acadêmica”, afirma. O programa possui como linhas de serviço cursos, treinamentos, perícias, consultoria, projetos e distribuição gratuita de códigos do consumidor.

Os cursos podem ser oferecidos na UERJ, nas comunidades carentes e in company. Pinheiro explica que os cursos oferecidos na UERJ contam com a participação de docentes que tenham trabalhos relacionados ao consumo. O coordenador explica que, quando os cursos são realizados nas comunidades, há seleção de alunos da UERJ para campanhas nos locais. Além de instrução para o consumo de produtos e serviços, também são oferecidas palestras sobre assuntos como entrevista de emprego, montagem de currículo, alimentos e medicamentos. “A ideia do programa é essa: oferecer o que a pessoa precisa.” Nos casos de cursos in company, Pinheiro diz que as empresas requisitam as aulas de ouvidoria do Prodec visando ao aperfeiçoamento do atendimento e do produto para tornar o consumidor fiel. “Treinamos o consumidor para ser exigente e o fornecedor para melhorar a qualidade do serviço.”

Desde 2007 o Prodec possui uma vertente que vai além do cuidado com as relações de equilíbrio no consumo. O projeto Coordenação e Gerenciamento de Resíduos (Cogere) foi incorporado ao Prodec para incentivar o consumidor e o fornecedor a seguirem as normas de preservação ambiental. O Cogere possui um abrigo para resíduos químicos, biológicos e recicláveis ao lado do Pavilhão Haroldo Lisboa da Cunha. “O Prodec agora está completo por tratar não só da relação de consumo, mas também do consumo sustentável”, diz Pinheiro.

O Programa é reconhecido por instituições públicas, privadas e pela sociedade que recorre à instrução do programa. Segundo Pinheiro, “tem gente que pede um código específi co e nós fornecemos. Escolas também costumam pedir”. O coordenador diz que, apesar do notável trabalho do Prodec, os recursos ainda são escassos para o desenvolvimento das ações. “Nossa ideia é utilizar a massa crítica da UERJ para trabalhar. Lutamos para conseguir auxílio.” Os meios de contato do Prodec são 2334-0865, 2334-0864 e prodec@uerj.br.

Fonte: Informe UERJ - Ano XII • Novembro de 2010 • nº 101 - pag. 04

Depto(s) ou Orgãos da FEN-UERJ relacionado(s) com esta notícia


peamb - Mestrado em Engenharia Ambiental

Galeria de imagens

Anexos


Avise Um Amigo
Avise um Amigo


Na sua opinião, qual a relevância desta notícia? (1=Pouco relevante, 5=Muito relevante)

1  2  3  4  5  
Relevância atual: 5.0 (1 voto | ver detalhes)


Comente esta notícia

(Para perguntas, verifique acima a forma de contato na notícia)
Seu nome
Seu E-mail (não será divulgado)
Seu comentário
Código de verificação (Repita a sequência abaixo)

Todos os campos são obrigatórios


Regras para comentários:
  • Comentários anônimos serão excluídos;
  • A postagem de comentários com links externos será excluída;
  • Não publicamos denúncias. Nestes casos, você deve encaminhar aos órgãos cabíveis ou indicados na notícia;
  • Comentários que fujam ao teor da matéria serão excluídos;
  • Ofensas e quaisquer outras formas de difamação não serão publicadas;
  • Os autores da notícia não monitoram os comentários, portanto não há garantias que serão lidos e/ou respondidos. Procure a forma de contato na própria notícia

 

Em 26/01/11 12:27 Weber Figueiredo disse:

Trabalho muito interessante este do nosso colega Walmir. Continue avante pois, para o nosso bem, a sociedade necessita aperfeiçoar seus mecanismos de exigência quanto ao consumo de bens e serviços.